Brizola Neto vai assumir o Ministério do Trabalho

A presidente Dilma Rousseff convidou, nesta segunda-feira, o deputado Brizola Neto (PDT-RJ) para ser o novo ministro do Trabalho. A ministra de Comunicação Social, Helena Chargas, confirmou que o deputado irá assumir o cargo. Em nota à imprensa, a presidente manifestou a confiança de que, Brizola Neto, que foi secretário de Trabalho e Renda do Rio, “prestará grande contribuição do país”.

A presidente também agradeceu a colaboração do presidente do PDT, Carlos Lupi, e do ministro interino Paulo Roberto Pinto. A posse de Brizola Neto será na quinta-feira de manhã . O novo ministro ficou cerca de 1h15m no Planalto e saiu sem dar entrevista. Mais cedo, Dilma se reuniu com Lupi.

– Tivemos uma conversa boa. A presidente apresentou os motivos da escolha dela. São três nomes respaldados pelo partido – disse Lupi.

Lupi não quis confirmar o nome do escolhido, argumentando que seria uma indelicadeza com a presidente.

– Sempre estou satisfeito, até quando apanho – afirmou, ao ser perguntado se estava satisfeito com a escolha.

Também foram indicados pelo partido o deputado Vieira da Cunha (PDT-RS) e o secretário-geral do partido, Manoel Dias.

Em 14 de março, dia em que o PDT divulgou nota reiterando o apoio ao governo Dilma e negando veto aos nomes apresentados, o líder do PDT na Câmara, André Figueiredo (SP), foi à tribuna cobrar a definição do substituto de Lupi. O líder afirmou que a decisão caberia exclusivamente à presidente, mas enfatizou que os partidos que compõem a base têm direito a participar de diálogo com a presidente.

O Globo

Compartilhe: