BB libera R$ 200 milhões para investimentos no agronegócio

Lideranças do agronegócio estiveram reunidas no estande do Banco do Brasil, na Expodireto 2016, na manhã de quinta-feira, 10, para a assinatura de contratos e de protocolos de intenções totalizando um investimento de R$ 200 milhões no setor rural do Rio Grande do Sul. Os recursos serão destinados desde a formação de lavoura até para a infraestrutura, visando o escoamento da safra agrícola.

A cerimônia contou com a presença do superintendente estadual do BB, Edson Bundchen, do diretor do Agronegócio do BB, Clenio Sevério Teribele, dos secretários estaduais da Agricultura, Ernani Polo, e do Desenvolvimento Rural, Tarcísio Minetto, da prefeita de Não-Me-Toque, Teodora Lütkemeyer, do presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, do vice-presidente, Enio Schroeder, e do presidente da Farsul, Carlos Sperotto.

Na oportunidade, o Banco do Brasil anunciou também que a Expodireto estava incluída no calendário de eventos dos 100 anos que a instituição financeira completou em 1º de março no estado gaúcho. O superintendente estadual do BB, Edson Bunchen, afirmou que era com orgulho que o centenário do banco estava sendo comemorado com o cooperativismo, uma característica da região sul brasileira.

A Expodireto tem como uma das metas a modernização da propriedade rural. E o Banco do Brasil se aliou a essa ideia e trouxe o APP BBExpodireto, que disponibiliza de modo ágil e prático a possibilidade do produtor rural ou mesmo as revendas internalizarem suas propostas de financiamentos através de um moderno aplicativo de smartphone. Simbolizando esta nova tecnologia, Juliano Lauksen encaminhou naquele momento através do aplicativo a sua proposta de financiamento.

Outra ferramenta que também está presente nesta feira, é a Esteira Agro BB, que possibilita às revendas de máquinas agrícolas serem um correspondente bancário autorizado. O objetivo é aumentar a eficiência e agilidade nas operações de crédito. Para registrar o uso desta ferramenta, o produtor Arnoldo Becker assinou o contrato, originado na Expodireto, para a aquisição de uma semeadora.

O produtor Ilton Bonfilho Balzan, com o objetivo de recuperar e corrigir o solo, assinou o contrato de investimento na linha de crédito da Agricultura de Baixo Carbono, um programa para redução da emissão de gases de efeito estufa.

Melhorar cada vez mais a infraestrutura para o escoamento da safra agrícola é o objetivo dos recursos que serão obtidos com a assinatura do protocolo de intenções de investimento entre o BB e o Terminal Marítimo Luiz Fogliatto S.A. – Termasa-CCGL, através do presidente da empresa Caio Cezar Fernandez Vianna. A obra será realizada no Porto de Rio Grande.

A Cotrijal, através de seu presidente Nei Mânica, assinou um protocolo de intenções com o BB, visando propostas de financiamento através da Linha BB Coopinsumos, que objetiva colocar antecipadamente insumos à disposição da classe produtora. Esta disponibilidade, segundo o superintendente Administrativo-Financeiro, Marcelo Ivan Schwalbert, favorece na hora do produtor fazer o seu custo da lavoura.

(Assessoria de Imprensa Expodireto Cotrijal)

Compartilhe: