Banco Central lança moeda comemorativa em homenagem às cooperativas

Para comemorar o Ano Internacional das Cooperativas, o Banco Central do Brasil (BC) vai lançar inicialmente 3.500 moedas em homenagem às cooperativas, podendo-se atingir o limite máximo de 10 mil unidades. Cunhada em prata, a moeda apresentará a logomarca oficial doAno Internacional das Cooperativas e o slogan do evento:Cooperativas constroem um mundo melhor. Após o lançamento, previsto para outubro de 2012, as moedas poderão ser adquiridas nas regionais do Banco Central ou no site do Banco do Brasil (BB).

Para o presidente do Sicoob Central MT/MS, Jadir Girotto, essa iniciativa é muito importante, tendo em vista a contribuição econômica e social das cooperativas para a sociedade. “O cooperativismo presta serviços sem fins lucrativos. O individual dá espaço ao trabalho conjunto em busca de igualdades, inclusão social e desenvolvimento econômico de um todo”, diz Girotto.

Segundo dados do BC, no Brasil existem hoje 6.586 cooperativas e aproximadamente dez milhões de cooperados, em 13 diferentes ramos de atuação. O lançamento de uma moeda comemorativa é um reconhecimento da importância da iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) ter instituído 2012 o Ano Internacional das Cooperativas, fruto da estreita relação com a Aliança Cooperativa Internacional (ACI) que resultou, em 2009, na Resolução A/RES/64/136, que institui o ano comemorativo.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) informou que os números do setor ressaltam a força deste trabalho no País, que exportou cerca de R$ 12,2 bilhões em 2011. Praticamente 50% de tudo que é produzido no Brasil passam de alguma forma pelas cooperativas brasileiras.

Entre os objetivos desse Ano, destacam-se: aumentar a consciência pública sobre as cooperativas e os benefícios aos seus membros, a contribuição para o desenvolvimento social e econômico e a integração com os objetivos de desenvolvimento do Milênio; promover a conscientização na rede global sobre o cooperativismo e seus esforços para fortalecer as comunidades, democracia e paz; promover a criação e crescimento de cooperativas e ações para atender às necessidades socioeconômicas do setor; encorajar os governos para estabelecer políticas, leis e regulamentos que levam à criação, crescimento e sustentabilidades das cooperativas.

Como comprar as moedas?

O pagamento nas regionais do BC deverá ser feito em dinheiro. Para compras pela internet (site do Banco do Brasil), haverá a possibilidade de pagamento por boleto bancário ou transferência eletrônica. O preço, ainda estimado, de cada peça é de R$ 180,00 e reservas poderão ser feitas de dez a quinze dias antes do lançamento, previsto para outubro de 2012.

Studio Press

Compartilhe: