Audiências públicas definirão qualidade e usos da água na bacia do Alto Jacuí

CRUZ ALTA – O Salão Nobre da Unicruz Campus sedia, no dia 15, a partir das 13h30min, a audiência pública para definir a qualidade e os usos da água na bacia hidrográfica do Alto Jacuí. Além do encontro de Cruz Alta, outras três audiências serão realizadas entre os dias 14 e 17, nos municípios de Passo Fundo, Salto do Jacuí e Espumoso

O processo faz parte do Plano de Bacia que consiste no planejamento do uso dos recursos hídricos. Ele foi dividido em três etapas: diagnóstico da bacia, definição dos cenários futuros e programa de ações. O estudo do cenário atual servirá como base para definição dos usos e qualidade desejada, conforme a necessidade e expectativa dos usuários. Neste momento, o processo está na fase do enquadramento, onde a população está sendo convocada para decidir o cenário futuro. Depois dessa etapa será elaborado um programa de ações com as intervenções necessárias para garantir as metas estabelecidas.

Segundo o presidente do Coaju, Claud Goellner, o estudo realizado será apresentado à comunidade durante as audiências e a população apontará os desejos em relação aos usos e qualidade da água. “Esse processo vai nortear toda a atividade econômica dentro da bacia, licenciamentos, uso e ocupação do solo rural e urbano”, explicou Goellner.

As audiências são abertas aos prefeitos e secretários de agricultura e meio ambiente, representantes de conselhos de meio ambiente, câmaras de vereadores, sindicatos rurais e de trabalhadores rurais, associações comerciais e industriais, ONGs, hidrelétricas instaladas na bacia, cooperativas, universidades, Corsan, Emater, Defesa Civil, Ministério Público e comunidade em geral.

Conforme a representante da Unicruz no Coaju, professora do curso de Agronomia, Dra Vanessa Rebelato, o que ficar definido nas quatro audiências terá força de Lei e influenciará diretamente na atividade econômica da bacia.

Datas, locais e municípios que devem participar das audiências
Os 41 municípios que fazem parte da bacia foram divididos conforme a unidade de gestão em que estão inseridos. Serão realizadas quatro audiências para atingir com mais eficácia todas as regiões da bacia. Informações pelo telefone (54) 3316-8153 ou site www.upf.br/coaju.

14/05 – Audiência em Passo Fundo, às 13h30 – Ernestina, Ibirapuitã, Marau, Mato Castelhano, Mormaço, Nicolau Vergueiro, Passo Fundo, Soledade e Tio Hugo. Local: Auditório Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Passo Fundo (UPF).

15/05 – Audiência em Cruz Alta, às 13h30 – Boa Vista do Incra, Carazinho, Chapada, Cruz Alta, Fortaleza dos Valos, Quinze de Novembro, Saldanha Marinho e Santa Bárbara do Sul. Local: Salão Nobre da Unicruz.

16/05 – Audiência em Salto do Jacuí, às 13h30 – Arroio do Tigre, Campos Borges, Estrela Velha, Ibarama, Jacuizinho, Júlio de Castilhos, Lagoão, Passa Sete, Pinhal Grande, Salto do Jacuí, Segredo, Sobradinho, Tunas e Tupanciretã. Local: Salão da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes.

17/05 – Audiência em Espumoso, às 13h30- Alto Alegre, Colorado, Espumoso, Ibirubá, Lagoa dos Três Cantos, Não-Me-Toque, Santo Antônio do Planalto, Selbach, Tapera e Victor Graeff. Local: Salão de eventos da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Fonte: Assessoria Coaju

Compartilhe: