Asteroide vai passar próximo a Terra

O Observatório Espacial Herschel, da Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês), fez novas observações do asteroide Apophis, nome do demônio egípcio da destruição e escuridão, enquanto ele se aproximava da Terra no último final de semana. Os dados indicam que é maior do que havia sido estimado.

O Apophis foi apelidado de “o asteroide do fim do mundo”, após as observações iniciais, realizadas em 2004, estimarem uma probabilidade de 2,7% dele vir a se chocar contra a Terra, em abril de 2029. Dados adicionais, no entanto, descartaram essa possibilidade, ainda que ele passe a 36.000 km da superfície do planeta, mais próximo até, que os satélites geoestacionários.

O asteroide retornará a regiões vizinhas ao nosso planeta em 2036, mas não se sabe o quanto ele se aproximará. A nave espacial Herschel observou o asteroide durante duas horas antes do encontro próximo de ontem, há um pouco menos de um décimo da distância entre a Terra e o Sol: cerca de 14,5 milhões de km. 2,7% é a possibilidade de colisão estimada em 2004 e logo descartada. 36.000 km é a distancia que se estima que ele fique da Terra em 2029.

(Jornal La Nacion, Argentina)

Compartilhe: