Ascamaja Participa de Audiência na Secretaria Estadual do Meio Ambiente

A Associação das Câmaras Municipais do Alto Jacuí (Ascamaja) participou de audiência na Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA) em Porto Alegre na última quarta-feira (27). Na pauta, a discussão sobre a ampliação da área máxima licenciável de áreas industriais na região.

Em novembro, durante sessão da Ascamaja em Carazinho, o vereador e agora presidente do Legislativo ibirubense Olindo de Campos havia apresentado moção solicitando apoio das Câmaras de Vereadores na luta para ampliação da área máxima licenciável pelos próprios municípios, atualmente fixada em 10 hectares, para 40 hectares. Desta forma, o licenciamento não precisaria passar pela Fepam, que atualmente trava e atrasa o processo. A proposta, se atendida, vai beneficiar a área industrial de Ibirubá e também de outros municípios da região. Na ocasião, ficou decidido que uma comitiva iria a Porto Alegre em busca do objetivo.

Nesta última quarta-feira (27) a comitiva se reuniu e foi até a SEMA, em Porto Alegre. Participaram da reunião a chefe de gabinete da secretária Ana Pelini, Lilian Zenker, chefe do Departamento de Infraestrutura da Secretaria Gustavo Baranceli, presidente da Ascamaja Ver. Elói Ferraz de Andrade, vice-presidente Ver. Ivaldo Corazza, Presidente do Legislativo Ibirubense e proponente da moção Ver.Olindo de Campos, Secretário da Indústria e Comércio Luiz Antônio Roman, além de vereadores de Carazinho, Não Me Toque e Lagoa dos Três Cantos.

A reunião rendeu bons resultados. Na ocasião, a comitiva foi informada de que o Conselho Estadual do Meio Ambiente realizou um estudo sobre a viabilidade da ampliação da área máxima licenciável pelos municípios de dez para vinte hectares, em todo o Estado, e de que em meados de abril o estudo será votado com grande possibilidade desta ampliação realmente ocorrer. O Presidente da Ascamaja, Ver. Elói Ferraz de Andrade, destacou a satisfação e missão cumprida em mais uma ação proposta pela Ascamaja: “Saímos satisfeitos da reunião. Tenho a certeza de que estamos no caminho certo, lutando e trabalhando em benefício da comunidade. Sabemos que hoje há uma dificuldade enorme em conseguir o licenciamento ambiental, mas a audiência foi válida, pois recebemos ótimas notícias que poderão beneficiar Ibirubá e região”, informou.

(Mauro Constantino – Assessor de Imprensa Ascamaja)

Compartilhe: