ARTIGO: Serviço de Orientação Profissional da UPF

Postado em 05 abril 2013 07:41 por jeacontece
15.292.411/0001-75

Helena Carolina de Almeida* Luisa Arroque Gheller*
Mirna Branco**

Escolher uma profissão que leve em conta interesses, habilidades e
aptidões do sujeito não é fato recente, pois surgiu durante a instalação
do modelo de produção capitalista. Antigamente o sujeito tinha sua
ocupação determinada pelos laços de sangue, ou seja, sua profissão era
decidida “no berço”. Assim, os filhos dos servos, por exemplo, jamais
poderiam ser senhores.

Com a entrada do capitalismo, o sujeito passa a precisar vender sua
força de trabalho para sobreviver. A profissão, então, deixa de ser algo
predeterminado e torna-se uma escolha individual do sujeito, o que ao
mesmo tempo em que dá liberdade às pessoas, acaba lhes causando angústia.

Passamos grande parte do tempo de nossas vidas ocupados com o trabalho,
pois é ele que nos garante uma identidade profissional, social e
pessoal, além de segurança financeira, por isso a escolha da profissão é
uma decisão muito importante e de grande responsabilidade, que gera
dúvidas e questionamentos, tornando-se, geralmente, um momento de
conflito, já que diz respeito à escolha de um futuro profissional que
determinará a trajetória de sua relação produtiva com o mundo.

Escolher uma profissão não é um momento isolado de nossas vidas, é algo
que vem sendo construído desde o momento em que nossos pais faziam
planos para nós. Além disso, sabe-se que há uma enorme influência do
ambiente sobre a escolha profissional, através da família, das
características do mercado de trabalho, das questões financeiras, dos
grupos sociais, dentre outros fatores.

Sendo assim, o Serviço de Orientação Profissional da Universidade de
Passo Fundo (SOP/UPF) facilita esse momento, auxiliando o indivíduo a
promover um auto conhecimento, “propiciando um espaço de reflexão sobre
interesses, habilidades e dificuldades para que a escolha profissional
possa ser realmente de um desejo interno”1. Oferece, ainda, informações
sobre o mundo do trabalho, visando também prevenir sobre um conflito de
ideias e indecisões, além de orientar os pais para que haja uma
compreensão e apoio acerca da opção dos filhos.

O SOP tem como objetivo, conscientizar o sujeito acerca do que deve ser
levado em conta para a efetivação da sua escolha profissional, de seus
valores, de suas aspirações, das condições em que se encontra, bem como
o que deseja para o seu projeto de vida.

A Universidade de Passo Fundo, por meio do curso de Psicologia, oferece
à comunidade, gratuitamente, o Serviço de Orientação Profissional, que
localiza-se no Campus III, na Avenida Brasil, número 743, no centro da
cidade de Passo Fundo. O local funciona em horário comercial.
Informações pelo telefone (54) 3316 8504.

*Acadêmicas do sétimo nível do curso de Psicologia na UPF
**Professora orientadora do artigo e coordenadora do SOP na UPF

1- BALLARDIN, Mônica. Escolha Profissional: projeto de vida. In:
SCORTEGAGNA, Silvana Alba (Coord.). Avaliação psicológica: expressão
singular em diferentes contextos. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo
Fundo, 2012. p 116.

Postado em 05 abril 2013 07:41 por jeacontece
15.292.411/0001-75

NOTÍCIAS RELACIONADAS


TAPERA TEMPO

Desenvolvido com 💜 por Life is a Loop