Álcool etílico é encontrado em leite de empresa de Teutônia , diz MP

Volume aproximado de 33, 5 mil litros teriam sido colocados no mercado de consumo

Álcool etílico em carga de leite cru refrigerado teria sido detectado em uma empresa localizada em Teutônia, no Vale do Taquari. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pela Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Porto Alegre, que recebeu a denúncia do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

De acordo com a documentação cedida à promotoria, o produto era processado pela BRF S/A e foi recebido na unidade da empresa em 5 de agosto. Segundo o Mapa, o leite contaminado consiste um volume aproximado de 33, 5 mil litros, que foram industrializados e colocados no mercado de consumo.

A BRF S/A deverá comunicar o ministério em quais produtos utilizou o leite que houve contaminação. O Mapa já determinou o recolhimento dos lotes industrializados. A promotoria analisa se houve ou não descumprimento do termo de ajustamento de conduta celebrado recentemente com a empresa, que pode sofrer multas.

Leite Compen$ado

Durante o mês de maio, o Ministério Público do Rio Grande do Sul deflagrou a Operação Leite Compen$ado nos municípios de Guaporé, Horizontina e Ibirubá. De acordo com investigações das Promotorias de Justiça Especializada Criminal e de Defesa do Consumidor de Porto Alegre, pelo menos 100 milhões de litros de leite teriam sido adulterados no Estado.

(Correio do Povo)

Compartilhe: