Acidentes com taturanas

Cientificamente conhecida como lonomia obliqua, possui espinhos venenosos que em contato com a pele podem causar sangramentos graves.

Podem ser encontradas em árvores como: mangueira, abacateiros, ipês, goiabeira,cedro,pessegueiro,ameixeiras,araticum,aroeiras,plátanos entre outras.

As taturanas ficam agrupadas durante o dia, possuem coloração marron clara com listas longitudinais castanho-escuras e várias formações brancas no seu dorso. Seus espinhos tem forma de “pinheiros”.

Nesta época do ano ela apresenta a forma de lagarta na qual é extremamente perigosa.

Sintomas com o contato:
– dor e queimação no local;
– dor de cabeça, náuseas e vômitos;
– sangramentos pelo nariz, gengivas, unhas, urina, feridas recentemente cicatrizadas e podem ocorrer até 3 dias após o contato.
– manchas escuras (tipo hematomas) pelo corpo;

No caso de acidentes procure a unidade sanitária mais próxima, leve um exemplar da lagarta para identificação.

Em hipótese alguma perca tempo, pois o contato pode levar a óbito.

Fonte: Emater/RS

Compartilhe: