Acadêmicos de Fisioterapia participaram do 2º Arrastapé – Baile e Oficina Pedagógica em Tupanciretã

CRUZ ALTA – O projeto de extensão do curso de Fisioterapia da Universidade de Cruz Alta “Qualidade de Vida dos sujeitos portadores de acidente vascular encefálico (derrame)”, desenvolvido na disciplina de Educação em Saúde, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Tupanciretã e Clínica de Fisioterapia Tupanciretã, realizou o “2º Arrastapé – Baile e Oficina Pedagógica: os pés que conduzem a dança”, na última sexta-feira (15), no Salão de Baile da 3ª Idade Vida Nova, em Tupanciretã.

A confraternização marcou o encerramento das atividades do primeiro semestre. Durante o projeto, os acadêmicos de Fisioterapia fizeram a visitação domiciliar, junto com os Agentes Comunitários de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, aos pacientes sequelados de AVE (derrame cerebral) cadastrados no atendimento dos postos de Estratégia de Saúde Família (ESF).

Com as visitas, foi possível conhecer a realidade das famílias, e desta forma orientar os pacientes e seus familiares e cuidadores para as principais dificuldades encontradas no dia a dia. Foram ensinadas ações diferenciadas e individualizadas que propiciaram benefícios para facilitar o processo de reabilitação.

Segundo a coordenadora do Projeto, professora e fisioterapeuta Themis Goretti Moreira Leal de Carvalho, o objetivo foi a promoção da educação para a saúde, chamando a atenção da população que vive e convive com sequelas decorrentes do Acidente Vascular Encefálico (derrame), sobretudo no que diz respeito ao acesso à melhora em sua qualidade de vida, ensinando adaptações em suas residências e atividades da vida diária.

Participaram do 2º Arrastapé os pacientes envolvidos no Projeto, os moradores do Lar Santa Rita de Cássia, a equipe de funcionários e frequentadores do Capes, os pacientes da Clínica de Fisioterapia Tupanciretã e convidados especiais que realizam atividades nos grupos de terceira idade do município.

Além da tradicional oficina pedagógica e da dança, no encontro foram escolhidos o Rei do Arrastapé (Sr. Alexandrino Girardon) e a Rainha do Arrastapé (Sra. Leontina Lopes) e distribuídos brindes, pipoca e chá aos participantes.

(Assessoria de Imprensa – Unicruz)

Compartilhe: