A VIDA (Diálogo Espírita)

O Dr. Ricardo di Bernardi, médico ginecologista de Florianópolis, relata o fato de um casal, ela grávida, através da ultrassonografia constataram que seu bebê era anencéfalo.

Não permitiram o aborto, pois trata-se de um ser humano que renasce precisando de muito amor e amparo.

Durante nove meses dialogaram com seu bebê intrauterino, realizando semanalmente o Evangelho no Lar, solicitando aos mentores a proteção e o amparo ao ser que reencarnava.

A criança nasce; o bebê anencéfalo sobrevive por 84 horas.

Passam-se aproximadamente dois anos e os pais trabalhadores do Instituto de Cultura Espírita, numa reunião mediúnica, por intermédio de uma médium, recebem o Espírito de uma criança que vai se comunicar.
– Boa noite, meu nome é Shirley venho abraçar papai e mamãe.
– Quem é seu pai e sua mamãe?
– São aqueles dois – apontando para o casal.
– Seja bem vinda Shirley, muita paz! Que tens a dizer?
– Quero agradecer a papai e mamãe todo o amor que me dedicaram durante a gravidez, sim, eu era aquele anencéfalo.
– Mas você está linda agora.
– Graças às energias de amor recebidas, graças ao Evangelho no Lar, que banharam meu corpo espiritual durante todo aquele tempo.
– Como se operou esta mudança?
– Tive permissão para esta mensagem pelo alcance que a mesma poderá ter a outras pessoas.
– Eu possuía meu corpo espiritual muito doente, deformado pelo meu passado cheio de equívocos. Fui durante nove meses envolvidos em luz. Uma verdadeira cromoterapia mental que gradativamente passou a modificar o meu corpo astral.
– Os diálogos que meus pais tiveram comigo foram uma intensa educação pré-natal que muito contribuíram para meu tratamento.
– Eu expiei, no verdadeiro sentido da palavra. Expiar é como expirar, colocar para fora o que não é bom. Eu drenei as minhas deformidades perispirituais para meu corpo físico e fui me libertando de minhas deformidades. Como meus pais foram generosos. Meu amor por eles será eterno.
– Agora estou em preparo para o retorno. Devo renascer como filha deles.
Após dois anos renasceu Shirley, que hoje é uma linda menina de olhos verdes e cabelos castanhos, espírito suave e encantador.

(Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera)

Compartilhe: