A imaginação leva à realização segundo Cláudio Levitan

O segundo palestrante da 22ª Feira do Livro de Tapera é Claudio Levitan. Ele é arquiteto, músico, compositor, escritor. Começou a escrever com doze, treze anos e hoje é um autor consagrado com muitas obras voltadas para o público infantil.

O primeiro encontro de Cláudio Levitan nesta terça-feira (04), no Tenarião, foi com alunos do ensino médio pela manhã e à tarde se encontrou com alunos da APAE, pré e 2º, 3º, 4º e 5º Anos.

Na sua palestra Cláudio Levitan disse que leitura e imaginação se completam. Para ele a criança que se volta para a leitura desenvolve o processo de imaginação e ela é tudo nas nossas vidas.

Conceitua também que, leitura provoca a imaginação despertando no jovem a busca de sua realização, o mesmo servindo para os professores.

“Uma instigante provocação à imaginação, e a “imaginação, mais do que a
razão, é a força de unidade da alma humana” (Gaston Bachelard).

TEATRO – Beijo na Testa, de Lydia Mombelli da Fonseca é a peça teatral do segundo dia da Feira. Foi apresentada no Tenarião, às 10h com segunda sessão às 19h, através do Grupo de Teatro Municipal.

Depois do teatro ocorre o lançamento de “A menina que podia voar” do professor Vinicius Linné, o mais novo escritor taperense que estará autografando a sua primeira obra no local da Feira.

A partir das 19h30min, está programado o Painel Literário “Ler para quê?, com a participação de Ana Paula Cecatto (Mestre em Literatura), Ironi Andrade (professor da língua portuguesa, literatura e oratória) e Rita de Cássia Tussi (professora de literatura).

(Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Tapera)

Compartilhe: