A dor é inevitável? – DIÁLOGO ESPÍRITA

Vivemos num meio que, muitas vezes, por não entender a função da dor em nossas vidas, consideramo-la indispensável ao nosso processo evolutivo.

Essa é uma ideia falsa. Nenhum de nós foi criado para evoluir por meio da dor.
A dor é uma possibilidade em nossas vidas: podem nossas escolhas, vez por outra, doer. É possível, mas não é inevitável. Até porque, o importante não é a dor em si, exceto como um sinal, um alerta.

Parar na dor e ficar com ela, submetendo-se a ela, como se isso garantisse um mérito em futuro próximo ou distante, é o mesmo que acordar pela manhã com o despertador tocando e conformar-se em ouvir seu barulho irritante pelo resto do dia, sem desligá-lo, crendo que isso demonstrasse resignação, quando apenas é falta de inteligência.

A presença da dor representa, em nossas vidas, o resultado de que há tempos vimos assumindo ideias e atitudes negativas sem perceber, pensamentos contra nós mesmos, ilusões de todo tipo.

Para nos tirar da ilusão em que vivemos (apegados ao materialismo e coisas mundanas), e nos trazer de volta à realidade (ligação com a Espiritualidade e as Leis de Deus), a dor é um meio eficaz.

A Lei de Progresso de Deus leva a todos nós para a Angelitude que pode ser de duas formas: “Pelo Amor ou pela dor”.

A escolha é de cada um.

(Sociedade Espírita Raios de Luz)

Compartilhe: