Não-Me-Toque tem 8 pacientes internados e 2 aguardando leito em UTI no Estado

A segunda-feira reflete o caos prenunciado em relação à Covid-19. Além de anunciar o 20º óbito, são oito pacientes internados na Ala Covid do Hospital Beneficência Alto Jacuí, sendo que dois estão em estado moderado a grave e inscritos na Central de Leitos do Estado, aguardando vaga para transferência.

São oito pacientes hospitalizados:
1 na UTI do Hospital em Passo Fundo.
1 na UTI do Hospital em Espumoso.
1 em leito clínico do Hospital em Carazinho.
1 na UTI do Hospital de Santa Rosa.
4 pacientes confirmados internados em leito clínico na Ala Covid do Hospital Alto Jacuí. Neste momento, dois destes pacientes aguardam disponibilidade de leito para transferência, um com 80 anos.

O paciente que se encontra em Santa Rosa segue em situação grave.

De acordo com a secretária de Saúde, Liliane Erpen, estamos vivendo a pior fase da pandemia e o momento é gravíssimo, porque já se perdeu um paciente que nem teve chances de ser transferido para um hospital com mais recursos, pois não havia leito de UTI disponível no final de semana. O homem de 50 anos, apenas com obesidade moderada, morreu na manhã de hoje, no Hospital Alto Jacuí. Ele vinha sendo monitorado desde a confirmação do diagnóstico, dia 17, sempre relatando estar bem, até que teve um agravamento rápido, no dia 20, e veio a óbito na manhã de 22 de fevereiro.

A administração do Hospital Alto Jacuí está se organizando para disponibilizar mais seis leitos destinados ao atendimento de pacientes diagnosticados com Covid-19, até o final de semana. A ampliação de leitos estava prometida desde a assinatura do convênio com a Prefeitura, no início de janeiro.

Liliane Erpen disse que, neste ano, a prefeitura já gastou R$ 519 mil no atendimento da Covid, são recursos que saem do caixa próprio. Na tarde de hoje, ocorreu reunião com empresários, buscando ajuda para montar uma estratégia que venha aportar recursos destinados a melhorar o atendimento.

A Secretaria da Saúde vai ampliar o atendimento da Unidade Básica Sentinela, no bairro Martini, para concentrar atendimento inicial e deixar o plantão do hospital para os casos confirmados e com agravamento. Para isso, já colocou mais um médico atendendo na UBS Sentinela e estuda ampliação de horário, hoje das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h. A medida busca desafogar o Plantão Covid do hospital e isolar os suspeitos daqueles que já estão diagnosticados.

A ocupação total dos leitos de UTI provocou as medidas de urgência adotadas pelo governador Eduardo Leite, no sábado, quando foi anunciado o mapa do distanciamento com 13 regiões em Bandeira Preta, entre elas Passo Fundo, a qual não-Me-Toque faz parte.

Por Helaine Gnoatto Zart – A Folha