Sociedade de Cirurgia Plástica alerta sobre resultados milagrosos nas redes sociais

Especialista esclarece sobre os perigos destas propagandas enganosas que podem acarretar em forte frustração de pacientes e arrependimento pós-cirúrgico

A SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) lançou uma campanha que alerta a população sobre os riscos de propagandas enganosas de cirurgias plásticas divulgadas nas redes sociais.

Intitulada “Cirurgia Plástica: não existe milagre. Existe estudo, técnica e especialização!”, a campanha reforça a necessidade de procurar profissionais qualificados na hora de realizar cirurgias plásticas e procedimentos invasivos.

De acordo com a SBCP, frequentemente são encontrados resultados “milagrosos” de fotos de antes e depois nas redes sociais. E para a sociedade, é preciso ter muito cuidado, uma vez que são usados diversos artifícios de manipulação de imagens como luz, maquiagem, mudanças de ângulo e programas gráficos.

A campanha da instituição divulgou uma série de imagens mostrando como elas podem ser manipuladas. Veja:

Segundo o Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. Alan Landecker, o alerta é válido também para as pessoas que recorrem às cirurgias inspirando-se na beleza de celebridades.

“Basta pensar que as atrizes, modelos e digital influencers possuem imperfeições como todos e que há enorme diferença entre o que é visto off-line e suas versões postadas nas redes sociais, onde o photoshop, em sua maioria, impera”, afirma.

Sem este entendimento, o que acontece é que após a realização de cirurgias plásticas, os resultados causam arrependimento e frustração. Reações como estas são mais comuns do que se imagina.

Para Landecker, antes de recorrer a qualquer procedimento estético, é essencial que o paciente tenha certeza do que quer, não opte pelo procedimento por impulso, entenda que é um faturamento alto.

Além disso, ele salienta que é importante conhecer todo o procedimento que será submetido, desde a consulta pré-operatória até a recuperação plena. Ele ainda revela que o paciente precisa fazer a si mesmo as cinco perguntas.

Confira:
✔ Alinhei as minhas expectativas com o cirurgião plástico?
✔ Tenho referências confiáveis da clínica que escolhi?
✔ Meu cirurgião plástico é especialista? Como está o seu estado de atuação e seu registro no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)?
✔ Estou ciente de como será a cirurgia e o pós-operatório?