Sequestro em Selbach: união da polícia foi fundamental para desfecho do caso

Já está preso o quarto integrante do grupo criminoso que participou do sequestro da jovem Isadora Henrich no município de Selbach. O sequestro ocorreu no início da madrugada de sexta-feira, 20.

Conforme informações da Polícia Civil de Cruz Alta, após saber da existência de mandado de prisão temporária em seu desfavor o suspeito, que é morador de Erval Grande, cidade onde Isadora foi localizada e libertada do cativeiro, se apresentou junto com o seu advogado no presídio Estadual de Iraí.

Outros três criminosos, dois homens e uma mulher, já haviam sido presos no dia 21, depois de uma grande operação que envolveu policiais de Selbach, Erechim e do DEIC de Porto Alegre. Em entrevista à Rádio Uirapuru a delegada Diná Aroldi que esteve à frente da ação disse que a mulher que fora presa no sábado já foi libertada. “Estamos procurando um quarto envolvido no sequestro”, disse Diná.

Ainda segundo a delegada, as investigações prosseguem para apurar se os sequestradores buscavam apenas o valor do resgate ou se há outros motivos para o cometimento do crime. “O que sabemos até agora é que o pai da vítima manteve relações comerciais com os investigados há cerca de um ano. Temos várias linhas de investigação e estamos apurando todas elas.”, esclareceu. Todos os envolvidos no sequestro e que estão presos são moradores de Erval Grande.

Diná Aroldi destacou a união da polícia para que o caso tivesse um desfecho positivo. “A união foi fundamental para que a ação desse certo. Agradeço também a confiança da imprensa que atendeu e entendeu nossas solicitações para não divulgar detalhes sobre o caso durante as investigações e a população que esteve rezando e mandando energia positiva para todos” finalizou.

Rádio Uirapuru