Etanol tem potencial em 200 municípios gaúchos

A Frente Parlamentar Pró-Etanol foi lançada na Expointer.

Desde maio, entidades setoriais e de pesquisa, empresários, prefeitos e deputados se debruçam na reformulação de um projeto engavetado no governo passado. Segundo o deputado Elton Weber, do PSB, autor da iniciativa, a intenção é que esse projeto de fomento seja apresentado até o início de setembro. A base de produção de etanol seriam grãos e tubérculos, com a batata-doce. Hoje a produção se dá exclusivamente a partir da cana-de-açúcar.

O objetivo da primeira fase do projeto – Pró-Etanol – é que o Estado possa se tornar autossuficiente. Atualmente, a produção gaúcha de etanol limita-se a 0,1% do consumo estadual de 1,5 bilhão de litros ao ano. Existem seis projetos de usinas em andamento nos municípios de Campo Novo, Carazinho, Camaquã, Viadutos, Palmeira das Missões e Porto Xavier.

Weber destacou o potencial do Estado com o Etanol em muitas cidades.

Foto: Diário da Manhã / Arquivo
Rádio Planetário