NÃO-ME-TOQUE – Cotrijal orienta produtor sobre plantio de soja durante café da manhã

Uma lavoura produtiva começa com uma semente de qualidade e boas práticas de semeadura. Este foi o tema do café da manhã que reuniu produtores na Unidade de Negócios da Cotrijal de Não-Me-Toque, nesta terça-feira (13/8), com palestra realizada em parceria com a Brasmax Genética.

“Consideramos o estabelecimento de uma lavoura um dos momentos mais decisivos da produção. E o produtor tem tido muitos desafios no trabalho de semeadura. São muitas adversidades e as cultivares, que apresentam cada vez melhor potencial produtivo, têm maior sensibilidade, exigindo cuidados específicos”, apontou Claudia Mói Soares Rother, gerente de Produção de Sementes da Cotrijal. “Por isso, o objetivo deste momento é reforçar a recomendação técnica para a implantação da cultura da soja”.

“Importância da biotecnologia e do posicionamento das cultivares para as próximas safras, além da qualidade da semente, são assuntos que precisamos debater com frequência. A Cotrijal tem este posicionamento de trazer informação e inovação, com objetivo de aumentar a produtividade e rentabilidade do associado”, acrescentou Airton Mário Gorgën, gerente da Unidade de Não-Me-Toque.

Panoramas e recomendações – Quem ministrou a palestra foi o representante da Brasmax, Cristiano Rosa. Ele alertou para dois cuidados essenciais: antecipação e condição de plantio.

“O produtor quer plantar cada vez mais cedo, mas o clima no Rio Grande do Sul não é favorável para essa prática. O plantio com a temperatura do solo muito fria desencadeia problemas de fungos de solo, causando a morte de plantas. A semente de soja gosta de solo quente, por isso, a nossa recomendação é que o plantio seja feito a partir do dia 15 de outubro”, destacou.

Ele também mencionou a importância de observar as condições para a implantação da cultura. “Na última safra, aconteceu de plantar com o solo muito úmido e veio a necessidade de replante. Estes são fatores que vão determinar o sucesso da safra”, acrescentou.

Zenir Nilo Doneda, associado de Mantiqueira – Não-Me-Toque, já adquiriu as sementes da Cotrijal para a safra de verão 2019/20 e levou lições valiosas da conversa. “É fundamental olharmos para os nossos erros, aprender e traçar estratégias para melhorar o sistema de plantio. A Cotrijal está sempre preocupada em nos manter informados e tecnificados para um futuro melhor”, enfatizou.

Mais produtores – O primeiro café da manhã com o tema aconteceu no dia 6 deste mês também em Não-Me-Toque, para outro grupo de produtores. A ideia, conforme Claudia, é estender a ação para outras Unidades de Negócios da cooperativa, para levar informação assertiva ao maior número de associados.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cotrijal