NÃO-ME-TOQUE – Sindicato Rural repudia sátira da Globo sobre defensivos agrícolas

O Sindicato Rural de Não-Me-Toque está entre as muitas entidades agrícolas do Brasil que se manifestam em tom de repúdio a edição do último final de semana do programa Zorra, da Globo, por causa da sátira sobre a utilização de agrotóxicos na produção. Em seu programa semanal de Rádio que vai ao ar no próximo sábado, o Sindicato, através de sua presidente Teodora Lütkemeyer, irá se manifestar sobre o assunto.

Alvo de ataques constantes, a produção agropecuária no Brasil vem acumulando derrotas seguidas na batalha da comunicação. O mais recente alvo de críticas na mídia urbana é o avanço na liberação de defensivos agrícolas utilizados nas lavouras do país. O que deveria ser encarado como positivo, seja pela modernização dos princípios ativos aprovados ou pela redução na burocracia para liberação de produtos testados, aprovados e utilizados em outros países, deixando o Brasil na vanguarda da produção sustentável de alimentos, acaba sendo apresentado como retrocesso.

Argumentos que amplificam o medo tem sido divulgados em vários momentos dos programas da maior emissora de TV do país. Descontentando milhares de produtores responsáveis pela produção dos alimentos que sustentam toda a nação.

A ministra da Agricultura do Brasil, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira, em resposta a críticas de ambientalistas, que a recente aceleração pelo governo de aprovações de pesticidas não é prejudicial para a segurança alimentar e nem para o meio ambiente.

Ela elogiou esforços de produtores rurais para a preservação de terras e disse que as aprovações mais rápidas dos defensivos agrícolas no país significam mais tecnologia à disposição do campo.

Portal NMT