TAPERA – Legislativo se reuniu à noite passada

Ontem à noite, o Legislativo taperense realizou mais uma sessão ordinária sob o comando do presidente Elias Goulart (PP). No espaço da Ordem do Dia, apenas dois projetos de lei de origem do Executivo que foram aprovados por unanimidade. Um deles trata da contratação de profissional para a Secretaria Municipal da Saúde (044), e o outro de gratificação para o ouvidor municipal (045).

No espaço do Pequeno Expediente, nenhum vereador foi à tribuna. Já no das Explicações Pessoais, cinco deles foram até ela:

NERI DOS SANTOS (pp) – Falou sobre o grupo de proteção dos animais e do lixo espalhado pela cidade nos finais de semana. Ele quer que as pessoas que sujam o centro sejam multadas a partir das imagens das câmeras de monitoramento.

COLARES (PTB) – Falou sobre saúde em geral.

CANÉ (MDB) – Falou sobre o asfaltamento da Rua Alberto Mânica, no bairro Brasília, que iniciará na Perimetral Leste, como havia acordado com o prefeito.

BUXA (PT) – Solicitou a presença de secretários municipais na Câmara para falar sobre o empréstimo que a Administração Municipal fará junto ao Banco do Brasil, no valor de R$ 1,2 milhão, e dos contêineres de lixo. Falou ainda sobre a compra da folha de pagamento da Prefeitura pelo Banrisul e da canalização do arroio Tapera, como forma de prevenir alagamentos futuros e prejuízos.

JACSON LAUXEN (PDT) – Pediu que a empresa que vai asfaltar a Rua Alberto Mânica, construa quebra-molas ao longo da via. Também falou sobre o lixo no centro da cidade nos finais de semana e do campo da Vila Elisa. Segundo ele, uma reunião com o responsável foi solicitada, mas o mesmo não apareceu. Ele revelou que uma nova será realizada e será proposto a ele a desapropriação da área. E se aparecer o dono será cobrado dele todos os impostos nestes anos todos.

A próxima sessão ordinária será realizada no próximo dia 24.