TIO HUGO – Resultado do LIRA’a preocupa a Secretaria Municipal de Saúde

O Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti – LIRA’a, executado em Tio Hugo na segunda quinzena de maio, relatou mais uma vez a presença de larvas e exemplares do mosquito Aedes Aegypti na área da cidade. Ao todo foram coletadas 44 amostras sendo que 34 atestaram positivas para o inseto transmissor de doenças como a dengue, Zika vírus e Chikungunya, portanto, o município de Tio Hugo segue em alerta para o alto risco da ocorrência de epidemia.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, os principais criadouros encontrados foram lonas, potes, baldes, plásticos, entulhos e sucatas totalizando 58,8%, já os pneus somaram 20,6% dos recipientes identificados com larvas do mosquito , em seguida, com 14,7% as piscinas, fontes, caixas de água e tambores (utilizadas para captar água das chuvas) e por fim com 5,9% os pequenos depósitos móveis como vasos de flores, bebedouros de água dos animais domésticos.
O levantamento realizado pelas Agentes Comunitárias de Saúde e Agente de Combate a Endemias ocorreu entre os dias 15 e 17 de maio. O objetivo desta ação é desempenhar uma atividade de visitas e coleta de larvas no prazo máximo de sete dias, sendo visitados 33% dos imóveis da área.

A secretaria de Saúde Tio Hugo solicita novamente que toda a população cuide da limpeza dos pátios de suas residências e não deixem acumular água, pois a Dengue é uma doença grave que pode matar. A melhor maneira de combater essa enfermidade é agir de forma preventiva, impedindo a reprodução do mosquito que já está presente no município.

Seguem algumas orientações para aplicar em sua residência:
• Tampe os tonéis e barris;
• Mantenha as calhas sempre limpas;
• Limpe semanalmente os bebedouros dos animais domésticos;
• Coloque tela nas caixas utilizadas para captar água da chuva;
• Encha de areia a tampa dos pratos de flores;
• Mantenha as garrafas como gargalo virado para baixo;
• Pneus devem ser guardados em locais cobertos e secos;
• Faça a manutenção e tratamento de piscinas e fontes;
• Lonas utilizadas para cobrir objetos, lenhas ou entulhos devem ser esticadas, de modo que evitem o acúmulo de água.

Felipe Carvalho – Assessoria de Imprensa Prefeitura de Tio Hugo