NÃO-ME-TOQUE – Abrigo Institucional acolheu 29 crianças em seis anos

O Abrigo Institucional de Não-Me-Toque, local de acolhimento provisório e excepcional para crianças e adolescentes, sob medida de proteção e em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção, conta atualmente com cinco adolescentes como residentes.

Durante os seis anos da entidade já foram abrigados 29 crianças e jovens abandonados, negligenciados e até mesmo violentados que receberam ou ainda recebem os cuidados dos profissionais do abrigo.

Segundo levantamento realizado pelo integrante da equipe de trabalho do abrigo institucional, o assistente social, José Aloísio de Souza, o Zuzu, dos 29 residentes já acolhidos pelo abrigo sete foram meninas ainda crianças, nove meninas adolescentes, cinco meninos crianças e oito meninos adolescentes. Entre todas as crianças e jovens atendidos, dois foram encaminhados para outros abrigos, cinco ainda estão acolhidos, quatro foram para adoção, seis foram encaminhados para a família extensa, seis retornaram para a família de origem, um foi para família substituta, um foi internado e quatro atingiram a maior idade.

O Abrigo Institucional de Não-Me-Toque é tido como referência estadual pela sua organização e também o amparo de profissionais a disposição das crianças e dos adolescentes que são recebidos.

Portal NMT