PASSO FUNDO – Campus Passo Fundo sedia o XXI Congresso Gaúcho de Educação Médica

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Passo Fundo sediou, neste fim de semana – 17 e 18 de maio, o XXI Congresso Gaúcho de Educação Médica. Neste ano, o congresso teve como temática os Desafios da Educação Médica frente a Diversidade.

O objetivo do evento foi debater e criar propostas com atenção especial às dificuldades da educação médica na graduação e pós-graduação. Sendo promovidas mesas redondas, fóruns e conferências para se discutir as principais questões que envolvem a formação do médico.

O Congresso é uma promoção da Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM) com a participação das universidades gaúchas que ofertam o curso de Medicina. A ABEM tem como missão desenvolver a educação médica visando a formação de um profissional capaz de atender às necessidades de saúde da população buscando o aprimoramento da Educação Médica.
Anterior ao evento, o Congresso ofertou vivências diversas na região onde o participante pode conhecer de perto as características da população escolhida. Algumas vivências ofertadas foram Saúde da População Prisional, Saúde da população LGBT, Saúde no MST, Saúde Indígena e Saúde Quilombola.

Na sexta-feira (17), aconteceu a abertura do congresso no Campus Passo Fundo com apresentação cultural do grupo.

No sábado (18) pela manhã, mesas redondas com o tema Saúde Mental do Estudante, Racismo Estrutural e Institucional e Prova de Residência Médica foram abordadas por profissionais e discentes de diversas partes, como UFFS, UPF, UFRGS, UFPEL, PUCRS, entre outras. Ainda foram realizadas algumas oficinas como Ligas Acadêmicas, Espiritualidade e Saúde, Ensino Médico de alunos com deficiência, Educação Médica em Áreas Rurais e Saúde do Imigrantes.

Pela tarde, foram abordadas os seguintes temas: Abordagem curricular de saúde de populações negligenciadas, Extensão universitária, Reforma Curricular no Internato, Abordagem de corpo, Gênero e Sexualidade, Saberes e Práticas par além do currículo obrigatório e Exame de Ordem.

Durante todo o dia, houve apresentações orais sobre trabalhos científicos e relatos de experiência e e-poster com os eixos temáticos: Currículos e Estratégias de Ensino, Saúde mental do estudante, do docente e do médico, Residência médica e residência multiprofissional, Cenários de prática e integração à rede de serviços de saúde, Educação interprofissional, A diversidade no contexto da formação Médica, Mudanças na formação médica, Avaliação de estudantes nos processos de ensino-aprendizagem, Arte-educação e Espiritualidade na Formação e Gestão acadêmica e desenvolvimento docente.

Ao final foram premiados os melhores trabalhos apresentados.

Lucas Alvarenga – Assessoria de Comunicação Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS