Aftosa: RS tem desafio de concluir etapa de vacinação com excelência até dia 31 de maio

Com auditoria do Ministério da Agricultura prevista para a segunda quinzena de julho, o Rio Grande do Sul tem o desafio de executar uma etapa de vacinação com maior eficiência possível. O período de imunização do rebanho de bovinos e bubalinos começou nesta quarta-feira, 1° de maio e vai até o dia 31. Neste mês, 12,5 milhões de animais devem receber a dose, que nesta etapa é menor: passou de 5ml para 2ml por exemplar. “É importante que os produtores regulem as pistolas de aplicação da vacina considerando a redução da dose”, explica a coordenadora do Programa de Combate a Aftosa no Rio Grande do Sul, Grazziane Rigon. Ela recomenda também que os produtores prestem atenção na conservação das doses em temperatura entre 2°C e 8°C, tomando o cuidado de nunca congelar.

Após o fim do prazo para a vacinação, os produtores têm até cinco dias úteis para comprovar a vacinação junto às Inspetorias de Defesa Agropecuária. A medida também faz parte da etapa e é obrigatória.