Diálogo Espírita – A POSSE

Joanna de Ângelis, mentora espiritual de Divaldo Pereira Franco, nos traz o seguinte alerta:

“O apego excessivo aos bens materiais é uma jaula que aprisiona o possuidor distraído, que passa a pertencer ao que supõe possuir”.

A riqueza não é um mal, porém, o mau uso da riqueza é que trás consequências dolorosas para o possuidor.

A ganância de sempre querer mais e nunca estar satisfeito com o que tem, ao contrário da Lei do Progresso que nos leva a melhorar nosso estado financeiro de forma equilibrada, honesta e trabalhosa.

A posse e o apego é prejudicial, tanto nos bens materiais, como nos emocionais. Querer ser dono do cônjuge, do filho, dos familiares, tirando-lhes a oportunidade das experiências e do progresso.

Desagua no ciúme, anulando a personalidade do outro ou da outra.

Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera