CARAZINHO – Acusado de praticar série de roubos em Não-Me-Toque morre em confronto com o POE

Fato ocorreu na tarde deste sábado (9)

Um homem de 30 anos foi morto após confronto com o Pelotão de Operações Especiais (POE) da Brigada Militar (BM) de Carazinho, por volta das 16h deste sábado (9), em Não-Me-Toque. Segundo a polícia, ele é suspeito de ter cometido uma série de roubos com vítima durante a manhã no município e, inclusive, ter participado de outra ocorrência, quando houve troca de tiros com a polícia na quinta-feira (7), entre Carazinho e Não-Me-Toque.

De acordo com a polícia, durante as buscas pelo suspeito, a guarnição foi até a residência do homem, localizada no bairro Santo Antônio, quando houve o primeiro confronto. Após, o acusado fugiu em direção a uma área de mata nas proximidades, momento em que houve uma segunda troca de tiros e o homem acabou sendo baleado.

O acusado chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital Salto do Jacuí de Não-Me-Toque. Ele foi identificado pela polícia como sendo Gabriel Soares, foragido do Presídio Estadual de Carazinho (PECAR), que possui diversas passagens pela polícia.

De acordo com o delegado Jader Ribeiro Duarte, titular da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Carazinho, Gabriel estava na condição de foragido do sistema prisional desde o dia 22 de janeiro, quando teve progressão de pena para o regime semiaberto e não voltou mais ao presídio.

Com ele foram apreendidos um revólver calibre 38 com cinco munições deflagradas e quatro munições intactas.

Diário da Manhã