Diálogo Espírita – ARREGAÇAR AS MANGAS

Continuamos, ainda, de situação em situação, queixando-nos de Deus, da sorte, do abandono dos santos de nossa devoção, dos nossos guias espirituais, culpando o outro pelas nossas aflições, com tempo sobrando para lamúrias e queixumes, sentindo-nos perseguidos e desamparados.

Qual a nossa posição como filhos de Deus?

Transitando nossa jornada terrena na contramão e como consequência gradativamente vai aumentando o estado de desequilíbrio e sofrimento.

Como mudar este estado?

Arregaçar as mãos, sair do estado de vítima e partir para a ação, estendendo a mão para o semelhante que necessita de nossa ajuda, principalmente com atitudes positivas, palavras de ânimo.

Sair do comodismo e partir para a luta nobre.

Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera