Primeiras-damas da região falam sobre o Dia Internacional da Mulher

No Dia Internacional da Mulher, que hoje se comemora, o JEAcontece on line procurou algumas Primeiras-damas da região para que falassem sobre o importante dia para elas e para o mundo, também. Falaram Lizandra Sbruzzi Godoi (Victor Graeff), Loreni Helena Weber (Lagoa dos Três Cantos) e Vera Orth (Tapera). A reportagem é de Júlia Weber.

JEAcontece – Na sua opinião, qual a importância da mulher na sociedade?

LIZANDRA SBRUZZI GODOI – Na minha opinião, a mulher é fundamental na sociedade e para a sociedade. A mulher de hoje e de várias gerações anteriores tem grande importância no convívio e na evolução da sociedade. Enfrentando diversas discriminações e adaptações em relação aos “afazeres puramente femininos”, como cuidar da casa e da família, a mulher conseguiu superar suas dificuldades e ainda administrar seu tempo em favor de suas atividades, para que as questões familiares não entrem em conflito com questões profissionais e sociais.

A mulher moderna vem ao longo dos anos participando cada vez mais na construção de uma sociedade mais justa, de um mundo melhor e mais equilibrado, pois ela consegue ser participativa, competente, criativa, esposa, dona de casa, mãe e profissional e com isso mostrado seu valor e deixado sua marca em todos os ambientes social, político e econômico.

LORENI HELENA WEBER – O papel da mulher na sociedade está sendo cada vez mais importante em todos os aspectos. As mulheres têm mais chances de se aperfeiçoar profissionalmente e deixar de ser dependente do marido.

VERA ORTH – A mulher do século XXI deixou de ser coadjuvante para assumir um lugar diferente na sociedade, com novas responsabilidades, possibilidades e liberdade, dando voz ativa ao senso critico.

Hoje as mulheres não ficam apenas restritas ao lar (como donas de casa), mas comandam escolas, universidades e até países, como é o caso do Brasil.

As mulheres conquistaram seu espaço no mundo porque são portadoras de uma capacidade profissional invejável, pois muitos serviços são concluídos com maior perfeição devido a grande delicadeza e também as inovações femininas.

Porém, é necessário que as mulheres continuem suas lutas diárias para expor à sociedade a importância do seu papel como mãe, esposa, dona de casa e trabalhadora assalariada.

JEAcontece – O que significa essa data histórica para as mulheres?

LIZANDRA SBRUZZI GODOI – Oito de Março é um dia de comemoração e principalmente organização e luta das mulheres em todo o mundo. Essa data ficou um marco no mundo fruto da mobilização de operárias no início do século passado. Hoje, existe uma concepção que anuncia a “chegada da mulher ao seu lugar”, isto é, a igualdade entre homens e mulheres. Essa data é de fato importantíssima historicamente, pois reforça e comemora suas conquistas no ambiente profissional, sua forte participação nas mudanças ocorridas na contemporaneidade, sua força e seu direito a liberdade e igualdade.

LORENI HELENA WEBER – Em alguns lugares as mulheres são lembradas e é reconhecido seu valor não só como dona de casa, mãe, mas como boa profissional; mas em outros lugares muitas mulheres nem sabem desse dia e muito menos o que significa, como e onde surgiu.

VERA ORTH – Eu acredito que o 8 de Março represente uma conquista para as mulheres, por que temos a oportunidade de nesse dia refletir e discutir sobre diversos temas ligados à mulher na sociedade, para que se construa uma vida mais justa em todo o mundo.