SELBACH – SASE perde a primeira em casa e segue sina com seus goleiros

Na noite de 15/05, a SASE enfrentou a grande equipe da ACBF, pentacampeã da Libertadores da América, em partida válida pela Liga Gaúcha de Futsal Série Ouro. Com aproximadamente 900 espectadores no Módulo Esportivo Selbachense, onde parte da renda foi destinada ao Hospital São Jacob de Selbach, a atmosfera do jogo era de ansiedade por parte dos jogadores. A SASE tinha a volta dos goleiros Felipe (23) e Sacolé (20) ambos cumprindo suspensão.

Já a ACBF do técnico Marquinhos Xavier, veio a quadra com time misto, visando o jogo de sexta-feira pela Liga Nacional em Carlos Barbosa contra o Cascavel.

Após o apito inicial da, pôde-se ver dois times muito distintos em quadra: a ACBF, com seus excelentes atletas, focados e dispostos a liquidar a fatura rapidamente; contra uma SASE, que cometeu o mesmo erro no jogo contra o Guarany em seu último jogo, que foi o nervosismo na hora de trocar passes e desatenção na marcação. Assim aos 2 min em uma linda tabela da laranja mecânica, Douglinhas (21) bateu forte, sem chances para o goleiro Felipe (23), 1×0 ACBF.

Buscando superar a qualidade técnica e organização da ACBF, a SASE tentou dar perigo para a meta laranja sem sucesso, desperdiçando oportunidades claras. Como consequência da ineficiência alviverde, a ACBF ampliou: Aos 5 min, Douglinhas recebeu bola cruzada rasteira na primeira trave e só empurrou para o fundo da rede, tirando do goleiro marcando seu segundo gol, 2×0 ACBF.

Não era a noite ideal para a equipe da SASE. Voltando de suspensão, Felipe (23) fazia seu primeiro jogo pela Série Ouro. Com grandes defesas, apesar do placar, o jovem goleiro em uma dividida com o jogador João Salla (3), sentiu o joelho e teve que ser substituído. Sacolé ingressou no jogo e já teve trabalho logo no primeiro lance em quadra salvando a SASE.

A equipe de Carlos Barbosa trocava passes onde queria, deixando com que a SASE não se encontra-se em quadra. Tão logo o placar aumentou: Aos 14 min, em chute cruzado pela direita no cantinho, Felipe dos Santos (33) marcou, 3×0 ACBF. Ainda no fim do primeiro tempo, aos 18 min, a laranja mecânica fez mais um gol com Piter (12), 4×0. Assim a SASE teria que construir uma virada épica na segunda etapa.

Na volta do intervalo, Rodrigo Sebastiani surpreendeu a equipe da ACBF, com seu tradicional goleiro linha, para sair em busca do resultado e deu certo. A SASE deu início ao jogo que esperava ter feito no primeiro tempo: controle e criação de jogadas. Com domínio de bola e pressão ofensiva a SASE martelou praticamente toda a segunda etapa em busca de um melhor resultado.

Em uma noite frustrada de um lado, pela perda do goleiro Felipe (23), pelo outro, o técnico da SASE viu Arthur (6) brilhar em quadra, com sua velocidade, dando trabalho para os defensores adversários. E aos 9 min foi coroado por seu esforço: se livrando do marcador, avançou livre e só teve o trabalho chutar no cantinho do goleiro e converter para o gol, 4×1 ACBF, criando esperanças para os torcedores presentes no ginásio.

Atuando toda a segunda etapa com o goleiro linha, a reação alviverde recebeu um balde de água fria quando em uma finalização, ou praticamente um passe para o goleiro Henrique (92), o jogador fez a defesa e chutou de balão para dilatar ainda mais o placar, 5×1 ACBF. A SASE ainda conseguiu diminuir a conta com Léo (22) de pênalti decretando assim a vitória da equipe de Carlos Barbosa por 5×2.

A SASE ocupa a 9ª colocação na tabela e volta a atuar no dia 19/05 contra a AEU de Uruguaiana, no Módulo Esportivo Selbachense, as 20h.

Maurício Mendes
Fotos: JEAContece