PASSO FUNDO – 5º Senid terá espaço destinado a crianças e adolescentes

Senid Infano e Senid Junaj oportunizarão à cada criança e ao adolescente a vivência de um processo com traços de pesquisa científica para se tornarem pessoas capazes de criar soluções, de aprender e reaprender constantemente

Em maio, a Universidade de Passo Fundo (UPF) promove a quinta edição do Seminário Nacional de Inclusão Digital (Senid). O evento busca divulgar a produção científica e as experiências realizadas em âmbito nacional nas áreas de tecnologias e metodologias de inclusão digital. E, como nas últimas edições, além de receber professores, pesquisadores e acadêmicos dos cursos de educação e Tecnologia da Informação, o 5º Senid terá um espaço dedicado exclusivamente às crianças e aos adolescentes: o Senid Junaj e o Senid Infano.

Ambos são eventos de caráter científico específicos para crianças (em esperanto Infano) e para jovens (em esperanto Junaj). De acordo com o coordenador do Senid, professor Adriano Canabarro Teixeira, a ideia de criar esse espaço se justifica porque, no contexto social contemporâneo, cada vez mais a postura passiva que as crianças e os adolescentes assumem nos ambientes de ensino não atende à demanda por cidadãos que possuam habilidades e competências que contemplem o pensamento crítico, a criatividade e a resolução de problemas complexos. “Buscamos pessoas capazes de criar soluções, de aprender e reaprender constantemente. Assim, no Junaj e no Infano, eles estão estão organizados de forma a se aproximarem ao máximo do que é um trabalho científico”, explica Teixeira.

Para isso, durante esta edição do Senid, serão propostos desafios aos grupos de crianças e adolescentes que deverão trabalhar no sentido de compreendê-lo, identificar questões a serem solucionadas, criar essas soluções e apresentá-las. Em resumo, alguns dos passos necessários à resolução de problemas. A única exigência é que estsa solução contemple a utilização de tecnologias digitais. “Dois motivos nos levaram a pensar no Junaj e no Infano: oportunizar a cada criança e adolescente a vivência de um processo com traços de pesquisa científica e aos adultos, participantes do Senid como um todo, a possibilidade de observar essas crianças e esses adolescentes em um processo franco de criação, utilizando tecnologias digitais de forma livre”, destaca o professor.

Cultura digital
A quinta edição do Senid terá como tema “Cultura digital na educação”. Para Teixeira, a cultura digital influencia na formação dessas crianças e desses adolescentes na medida em que subverte absolutamente a lógica da centralização, verticalizada e pré-concebida dos ambientes educacionais. “A cultura digital democratiza o acesso à informação, a articulação de grupos em torno de temas de interesse em comum e possibilita que aprendamos uns com os outros de forma livre. Não considerar esse contexto é ignorar que ele afeta diretamente os processos educativos e os ambientes educacionais formais”, ressalta.

Ainda na opinião do coordenador, a cultura digital pode ser uma das chaves para a transformação da educação e para a manutenção da relevância de escolas e universidades. “Quem pode nos ensinar sobre ela? Seguramente não são os livros, mas aqueles que vivem a cultura digital diariamente”, completa.

Sobre o Senid
Promovido pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Inclusão Digital (Gepid) da UPF, o 5º Senid será realizado nos dias 7, 8 e 9 de maio, no Campus I da UPF. A programação desta edição inclui, além do Senid Junaj e do Senid Infano, workshops, conferências, mesas redondas, a I Etapa da 6ª Olimpíada de Robótica Educativa Livre e o 2º Scratch Day UPF, e também oficinas, relatos de experiência, lançamentos de livros e apresentação de artigo.

Entre as atividades paralelas, o Senid terá ainda o III Seminário de Inovações Educacionais, o I Workshop de Cultura digital para área de TI, o I Workshop sobre Metodologias Ativas, o II Encontro dos Grupos de Educadores Google do RS e o III Encontro dos Núcleos de Tecnologia Educacionais do Estado do RS.

Uma das principais novidades nesta edição é que, pela primeira vez, todas as atividades realizadas durante os três dias de evento serão gratuitas e abertas à comunidade. Mesmo assim, o público que tiver interesse em obter certificado de participação e o material do evento deverá realizar a inscrição. Essa inscrição pode ser feita em diferentes modalidades até o dia 30 de abril, pelo site upf.br/agenda, no link inscrições para eventos. A programação completa e todas as informações sobre o Seminário podem ser encontradas no site upf.br/senid.

Assessoria de Imprensa Universidade de Passo Fundo