SOLEDADE – Idoso teria abusado sexualmente de bebê de oito meses que morreu por asfixia, em 2017

Apesar de ter morrido por asfixia, laudo do IGP confirma abuso contra a criança

A Polícia Civil já tem suspeito de ter abusado sexualmente da bebê de oito meses, que morreu vítima de asfixia, em fevereiro de 2017. O caso gerou grande repercussão no Estado.

O delegado responsável pela DP de Soledade e agora responsável pelas investigações, Márcio Marodin, confirmou que o principal trabalho anterior era descobrir a causa da morte da criança, confirmada por asfixia, e a partir daí, o abuso sexual também confirmado foi o objeto de investigação.

Após diligências e interrogatórios com testemunhas, a polícia confirmou o suspeito de ter cometido o abuso sexual. Mesmo com a suspeita, o idoso não foi preso. No entanto, a polícia o submeterá a exames psicológicos para comprovar sua sanidade mental. O homem não seria familiar da criança.

A polícia também investiga se houve negligência familiar na morte da criança.