Diálogo Espírita – SEMEADURA E…

A toda a Ação sempre há uma Reação oposta e na mesma intensidade, estabelecida pela lei da Física.

Na questão moral, Deus estabeleceu lei semelhante, entretanto, não igual.

Desta forma, todas as atitudes, palavras, emoções, sentimentos e pensamentos geram consequências boas ou más, conforme as vibrações emitidas e que retornam ao emissor com a mesma intensidade com que foram emitidas.

Em Mateus, (26:52) Jesus afirma: Embainha a tua espada, por que os que lançam mão da espada, à espada morrerão.

Ainda em Mateus, (16:27) Jesus esclarece: Porque o Filho do Homem retribuirá a cada um segundo suas obras.

Podemos ver que a Semeadura (do bem ou do mal) é livre, mas, depois de semeado, a Colheita será obrigatória.

Existe um atenuante para as semeaduras equivocadas, que é a prática do bem. Todo o bem efetuado com caridade, vai diminuindo o possível retorno do mal praticado, conforme (1ª Pedro 4:8) O amor (a caridade é o amor em ação) cobre uma multidão de pecados.

Como as reencarnações são interligadas, estamos na presente existência colhendo muitos dissabores de erros praticados em vida anterior, mas, somos os autores para que a nossa vida melhore de qualidade já nesta oportunidade, como na futura vida Espiritual e a próxima reencarnação.

Para que isto aconteça, é necessário olharmos para dentro de nós, verificar as deficiências morais e trabalhar na sua eliminação gradativa.

Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera