NÃO-ME-TOQUE – Gestores discutem situação da traumato-ortopedia regional e cirurgias eletivas

O secretário Marco Costa juntamente com demais gestores de saúde da Região reuniram-se na 6ª Coordenadoria Regional de Saúde para discutir sobre a situação da traumato-ortopedia para uma reorganização de serviço, uma vez que os Municípios vem enfrentando um grande problema principalmente na realização de procedimentos cirúrgicos e alguns atendimentos eletivos.

Devido à falta de prestadores de serviço o acesso ao atendimento torna-se difícil, essa demora é sentida diretamente pelos pacientes que aguardam na fila das consultas e cirurgias. O grupo de gestores quer remanejar alguns serviços e sugerir ao Estado algumas modificações, afim de agilizar o andamento do atendimento e favorecer o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS).

Seguindo esta mesma linha de pensamentos o COMAJA reuniu representantes de Saúde de sua região, em Soledade, na terça-feira (07) para tratar sobre a realização de cirurgias através do saldo financeiro e de créditos do ano anterior através do repasse de recursos. A negociação será feita com os hospitais por cada município.

Conforme o Secretário a Secretaria já abriu dialogo junto aos hospitais do Município afim de formalizar o oferecimento destes procedimentos buscando desafogar a fila de espera para cirurgias eletivas como retirada de varizes, hérnias, histerectomia, colecistectomia (vesícula) entre outros.

Jaques Petry – Assessoria de Comunicação Prefeitura de Não-Me-Toque