CARAZINHO – Santuário de Santa Rita sofre efeitos da presença da comunidade indígena

O grupo de indígenas que reside nas proximidades do Parque Municipal João Alberto Xavier da Cruz foi acusado recentemente de estar causando danos ao meio ambiente, em função da área onde estão ser de preservação permanente. Além dos danos a natureza há relatos de algazarra e reclamações de moradores das imediações.

Uma ação de reintegração de posse já havia sido ajuizada pelo Município sob a alegação de que os índios estariam acampados em área de preservação permanente. A ocupação teria ocorrido depois que as famílias deixaram uma área às margens da BR 386. Conforme o autor, eles já teriam construído 20 moradias e estariam realizando corte de árvores e coleta de material orgânico, causando prejuízos ao meio-ambiente.

Gazeta AM