Diálogo Espírita – PAZ INTERIOR

Colocar a vontade para conquistar cada vez mais a mansuetude e acalmar em nós definitivamente as ânsias que negam a paz.

Nada se consegue sem esforço e o Mestre já nos havia dado o recado – “a cada um conforme suas obras” (Mateus l6:27).

Desta forma, a paz interior se dará pelo esforço de cada um neste sentido, nada acontecerá por acaso.

Ainda Jesus nas Bem-aventuranças (Mateus 5:5), manda a seguinte orientação: – “Bem-aventurados os mansos porque herdarão a Terra”.

E o que é que nós ganhamos com a paz interior? Vale a dedicação e o esforço neste sentido?

Com certeza, caso contrário o Mestre não nos teria dada esta recomendação.

São imensos os benefícios, colocando os mansos psiquicamente superiores às outras pessoas.

São mais equilibradas, melhoram seus relacionamentos no grupo familiar, no trabalho, na sociedade, atraindo bons amigos.

Fortalece seu Sistema Imunológico, gerando mais saúde.

Melhora seu sono com consciência mais tranquila porque dificilmente entra em conflito e discussões com outras pessoas.

Sua digestão é mais eficiente e a nutrição tem mais aproveitamento.

Afasta mais a possibilidade de entrar em depressão pelas adversidades normais da vida.

Em caso de enfermidade sua recuperação é mais rápida.

E os melhores ingredientes para desenvolver a mansuetude são a humildade, a paciência, a tolerância, a compreensão, a prática do bem, o diálogo, a meditação e principalmente a Prece.

(Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera)