Diálogo Espírita – APROVEITAR O TEMPO

O poeta paraibano Eurícledes Formiga, ditou da Espiritualidade para Chico Xavier, o seguinte poema:
Ano novo, vida nova
Repete antigo refrão
Mas o tempo, para muitos
Prossegue passando em vão.
Pouca gente valoriza, Ano novo para muitos
Na Terra, o grande atributo, É somente calendário,
Que Deus ao homem concede Continuando a viver
No tesouro do minuto. No mesmo antigo cenário…
Feito peça de teatro, Os seus artistas no palco,
Que dando bilheteria, Em cena tanto estudada,
Fica um tempão em cartaz Nem sequer mais improvisam
Repetindo todo dia. Na fala já decorada.
Desperdício de talento, Aproveita meu irmão,
De quem disso não se inteira, O minuto que te afaga,
Sempre no mesmo papel Pois o minuto é uma luz
Consumindo vida inteira. Que brilha e logo se apaga.
Dentro da própria existência
Em que te vês em ação,
Cada dia pode ser
Uma nova encarnação.
Cada reencarnação é uma rara oportunidade para cada pessoa trabalhar no seu próprio melhoramento e quem não aproveita, quando retorna à Pátria Espiritual, derrama lágrimas de arrependimento.

(Sociedade Espírita Raios de Luz de Tapera)