STF julga se é crime aborto de feto sem cérebro

Ao final de quase oito anos de discussão, o Supremo Tribunal Federal (STF) começa hoje o julgamento que definirá se grávidas de fetos sem cérebro podem abortar sem que a prática configure um crime. A tendência é que a interrupção da gravidez seja autorizada nesses casos. Durante a discussão, que pode se estender até amanhã, ministros ressaltarão que uma decisão favorável não é um primeiro passo para a descriminalização total do aborto.

Fonte: O Estado de São Paulo